PALMAS

ADMINISTRAÇÃO

Portaria aprova alterações no Plano de Contas Aplicado ao Setor Público para o exercício 2023

Publicados

ADMINISTRAÇÃO

A presidência do Tribunal de Contas do Tocantins (TCE/TO) publicou no Boletim Oficial nº 3140 nesta quinta-feira, 1º de dezembro, a Portaria nº 801/2022, que aprova as alterações no Plano de Contas Aplicado ao Setor Público (PCASP), a ser utilizado pelos órgãos municipais do estado do Tocantins e adotado no exercício financeiro de 2023 (PCASP 2023).

O arquivo com plano de contas foi disponibilizado no site deste Tribunal de Contas para os gestores.

Confira a íntegra da Portaria nº 801/2022 no Boletim Oficial do TCE/TO  nº3140.

Fonte: TCE – TO

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Congresso de gestão pública vai ser realizado em Brasília
Propaganda

ADMINISTRAÇÃO

Novidades anunciadas no 1º Fórum de Presidentes Conjunto CFA/CRAs 2023

Publicados

em

Propostas de mudanças no Processo do Sistema CFA/CRAs estavam na pauta do 1º Fórum de Presidentes Conjunto do Sistema CFA/CRAs de 2023, realizado na quinta e sexta-feira (2 e 3), em Brasília. Por ser início de nova gestão, a reunião teve a participação do Plenário do CFA.

Anfitrião do encontro, o presidente do Conselho Regional do Distrito Federal, Adm. Carlos Ferreira Jr., agradeceu a presença de todos e ressaltou a importância do debate conjunto. Em seguida, o vice-presidente do CFA, Adm. Gilmar Camargo, fez uma breve menção à extensa e importante pauta prevista para os dois dias de reuniões.

Os temas da pauta foram apresentados pelo presidente do Conselho Federal de Administração, Adm. Leonardo Macedo. Ele relatou aos presentes a evolução das discussões ocorridas dias antes na Direx e também na Sessão Plenária, com os 27 conselheiros federais.

“Discutimos as soluções que vamos apresentar no curso desses 2 anos que estaremos à frente do nosso Conselho Federal. As soluções para que a nossa profissão seja valorizada e os nossos profissionais de Administração sejam reconhecidos pela sociedade.”

Os presidentes dos Conselhos Regionais também apresentaram os planos de atuação em cada localidade, sempre alinhadas com as ações do CFA. No estado de Santa Catarina, a atuação será voltada ao campo do Síndico Profissional Debate compartilhado com os demais para inspirar e aprimorar, como explica o presidente do CRA-SC, Adm. Djalma Henrique Hack.

“O Fórum de Presidentes é algo que a gente concilia as pautas que são comuns, traz os assuntos para que o Conselho Federal possa tomar suas decisões, fazer suas resoluções. Une o Sistema! E acabamos ajudando uns aos outros.”

Região vizinha, o Conselho Regional do Rio Grande do Sul também terá reforço nesse setor, por meio da Fiscalização de Administradores de Condomínios, relatada na reunião pelo presidente do CRA-RS, Adm. Flávio Cardozo de Abreu. O presidente do CRA-RS também enfatizou a realização do Encontro Regional de Profissionais de Administração da região Sul (ERPA-Sul) como oportunidade de trocas de experiências.

“A missão dos Conselhos é a Fiscalização e Registro. Mas também não podemos deixar de lado a capacitação, o desenvolvimento, porque é isso o que requer essa profissão e é isso o que valoriza a nossa profissão.”

Já o presidente do Conselho Regional do Pará, Adm. Fábio Lúcio, revelou o enfoque maior em Transformação Digital com Inclusão Social da Pessoa com Deficiência. O objetivo é pensar e atuar em prol do profissional de Administração que está na ponta, na execução dos serviços. Proximidade que teve efeitos desde a realização do XVII Fórum Internacional de Administração no estado.

“Esse é o momento de os presidentes das pontas trazerem aqui para dentro o que há de melhor em cada região para que todo o Brasil, em si, possa aproveitar como um Sistema.”

De fato, o ano de 2023 terá eventos importantes, como encontros regionais e encontro nacional de profissionais de Administração. O Conselho Regional de Minas Gerais será o anfitrião do Encontro Brasileiro de Administração (ENBRA). O presidente do CRA-MG, Adm. Jehu de Aguiar Filho, fez a apresentação do evento.

“Estamos organizando de uma forma muito carinhosa, ao estilo mineiro, para receber o Brasil todo de coração aberto, para mostrarmos o que podemos contribuir para a profissão. ”

A formalização de parcerias com outros órgãos e entidades tem sido uma iniciativa fundamental para ampliar garantias e direitos aos profissionais de Administração. Nesse sentido, o presidente do Conselho Regional do Ceará, Adm. Rogério Cristino, comunicou aos demais presidentes a aproximação com a Receita Federal. Cristino celebrou mais essa conquista.

“É uma satisfação imensa participar do primeiro Fórum de Presidentes regionais, em Brasília, onde os 27 presidentes, juntos, podemos discutir o destino e, realmente, avançar mais no nosso Sistema para os profissionais de Administração.”

Outra novidade anunciada pelo Conselho Regional do Mato Grosso é o Projeto de Autodiagnóstico de Gestão dos Regionais, anunciado pelo vice-presidente do CRA-MT, Adm. Luis César Simões de Arruda.

“O propósito dos Fóruns é exatamente agregar, trazer ideias e propor soluções para problemas que enfrentamos em relação à divulgação do Sistema, à Fiscalização. Vamos trabalhar bastante a questão das Universidades, a matriz curricular, para que a gente possa melhorar o perfil do Administrador atual. Para que possamos avançar no sentido de abrir o mercado de trabalho para o Administrador.”

Atividade fim da autarquia, a Fiscalização e o Registro também terão reforço e atenção especial por parte do Conselho Regional da Bahia, como explicou o presidente do regional, o Adm. Márcio Oiticica.

“Fiscalização é o nosso carro chefe e é o que, realmente, o CRA está se propondo a fazer. Porque a área da Administração precisa dar vez aos profissionais de Administração. Muitas vezes, há pessoas de outras profissões e estão em cima, no mercado. É preciso direcionar aos nossos profissionais os espaços deles de direito.”

Trabalho semelhante será desenvolvido pelo Conselho Regional da Paraíba. O presidente do regional, Adm. Marcos Kalebbe Saraiva explicou a importância do encontro com os demais presidentes para, juntos, discutir e refinar os projetos, priorizando a fiscalização do exercício profissional.

“É uma oportunidade, inclusive, de o próprio regional trazer discussões, para serem debatidas, os pleitos visando, principalmente o exercício legal da profissão, está relacionado à fiscalização do registro. E, como presidente, trouxemos as demandas dos regionais e aprendemos com outros regionais, para que possamos implantar em nosso Conselho experiências que já estejam funcionando em outras localidades.”

Os comentários, junto com os depoimentos dos demais 19 presidentes de Conselhos Regionais, você pode conferir no CFAPlay. O canal ouviu os 27 representantes e as expectativas para esse trabalho conjunto. Acesse: cfaplay.org.br.

Leia Também:  Tribunal de Contas analisará mais de 58 processos nesta semana

Patrícia Portales
Assessoria de Comunicação do CFA.

Fonte: CRATO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA