PALMAS

FINANÇAS

Egefaz realiza diagnóstico de necessidades de capacitação

Publicados

FINANÇAS

A Secretaria da Fazenda, por meio da Escola de Gestão Fazendária Antônio Propício de Aguiar Franco – Egefaz estará realizando o Diagnóstico de Necessidade de Capacitação para compor o Plano Anual de Capacitação – PAC para o ano de 2023. Para tanto, os próprios servidores deverão responder a uma pesquisa que está disponível no link o link https://forms.gle/cdyVx2etC8WTaxJf9 até o próximo dia 18.

A Gerente de Capacitação, Elmíriam Guedes, afirma que “realizar o Diagnóstico é de suma importância, pois identificará os gaps/lacunas de conhecimento dos servidores, com isto é possível direcionar os esforços para oferecer os eventos de capacitações direcionados para o desenvolvimento e aprimoramento dos servidores fazendários, e ainda possibilitará economia de tempo e de recursos necessários para execução dos eventos de capacitações”.

A gerente lembra que ao acessar do link da pesquisa os servidores deverão preencher os campos de acordo com a prioridade de cada curso para sua área de atuação. “É importante ler com atenção as informações no cabeçalho do formulário”, ressalta.

Leia Também:  INSS paga 13º da aposentadoria nesta quinta; veja quem recebe

Eventuais dúvidas ou esclarecimentos podem ser obtidas na Gerência de Programação, Capacitação e Educação pelos telefones 3218-1311, 99265-7443, no horário das 08h às 14h, ou e-mail: [email protected] 

Fonte: Sefaz – GOV TO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

FINANÇAS

Secretaria da Fazenda revisa Planejamento Estratégico para o exercício de 2023

Publicados

em

O Planejamento Estratégico da Secretaria da Fazenda está passando por uma revisão geral que engloba missão, visão e objetivos estratégicos, adequando-os à situação atual da pasta e do Governo do Estado. “Planejamento é instrumento dinâmico, que precisa de avaliações e atualização periódicas, companhando a execução das ações e a novas necessidades da gestão pública”, observa o secretário da Fazenda Júlio Edstron Secundino Santos.

A revisão para o exercício de 2023 acontecerá em três módulos, tendo como objetivo de orientar os gestores e servidores em funções gerenciais quanto à elaboração do Planejamento Estratégico nas etapas de diagnóstico, análise de ambiente e construção de mapa estratégico, elaboração de planos de ação, projetos e programas a serem desenvolvidos e executados pela Sefaz.

O primeiro módulo, Seminário e Oficina de Planejamento Estratégico iniciou ontem, dia 17, e encerra nesta sexta-feira, dia 18, com palestra do consultor Carlos de Assim, na Escola de Gestão Fazendária Antônio Propício de Aguiar Franco, tendo como foco a etapa de diagnóstico.

O segundo módulo será dias 7 e 8 de dezembro, quando será abordada a análise de ambiente. E, fechando a agenda da revisão, 13 e 14 de dezembro, mapa estratégico e oficina de projetos e planos de ações.

Leia Também:  Gasolina e diesel ficam mais caros pela segunda semana, diz ANP

A assessora de Planejamento da Sefaz, Danielle Machado lembra que “o planejamento estratégico, de forma ampla, orienta e reorganiza a busca de melhores resultados para a Instituição, além de prevê, minimizar os inibidores dos resultados e maximizar os facilitadores nos processos de tomada de decisão mais assertivas”. Ela também alerta que “é de suma importância a participação de todos na construção das estratégias da Sefaz de forma participativa, para que todos se sintam parte no alcance dos resultados”.

A primeira etapa da revisão foi bem recebida pelos servidores, com mais de 100 deles, da sede e das delegacias, participando das atividades na Egefaz.  “Está sendo um momento ímpar para que a equipe técnica da Sefaz tenha uma visão compartilhada de um Mapa Estratégico funcional e relevante objetivando trazer mais dinamismo, fortalecimento e crescimento institucional”, diz a servidora Kátia Ribeiro.

Para o servidor João Herculano “a realização das oficinas é muito importante porque permite a interação entre os servidores e gestores em relação ao tema abordado. Para o Planejamento Estratégico a relevância ainda é mais, por necessitar do envolvimento e participação de todos os servidores, em especial o comprometimento dos gestores”.

Leia Também:  Secretário da Fazenda recebe minutas do Regimento Interno e Código de Conduta Ética da Sefaz-TO

Fonte: Sefaz – GOV TO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA